Temporada 2021
novembro
s t q q s s d
<novembro>
segterquaquisexsábdom
25262728293031
12 3 4 5 6 7
8910 11 12 13 14
1516 17 18 19 2021
222324 25 26 27 28
293012345
jan fev mar abr
mai jun jul ago
set out nov dez
PRAÇA JÚLIO PRESTES, Nº 16
01218 020 | SÃO PAULO - SP
+55 11 3367 9500
SEG A SEX – DAS 9h ÀS 18h
Temporada 2022

 

Temporada 2022 | Vasto Mundo: Clássicos Modernistas

 

Mundo mundo vasto mundo,
se eu me chamasse Raimundo
seria uma rima, não seria uma solução.
Mundo mundo vasto mundo,
Mais vasto é meu coração.

 

Carlos Drummond de Andrade
Excerto do “Poema de Sete Faces”, em: Alguma Poesia (1930)

 

Faça o download da Temporada completa AQUI.

 

_____

O Vasto Mundo desta Temporada é habitado por 109 concertos em nossas séries de assinatura, entre sinfônicos, corais e de câmara — do Quarteto Osesp e recitais com convidados. São mais de 50 artistas convidados e quase 200 obras, que vão do Barroco ao contemporâneo. Além disso, há também programas especiais e apresentações gratuitas e a preço popular.

 

Para celebrar os 100 anos da Semana de Arte Moderna de 1922, a Temporada Osesp reúne 100+22 obras, interpretadas ao longo do ano por todos os nossos corpos artísticos — Orquestra, Coro e Quarteto Osesp —, na companhia de grandes solistas e regentes. Neste recorte histórico-musical, começamos com o Prelúdio à Sesta de um Fauno de Debussy (1894), tido como marco inaugural da modernidade) e encerramos com três obras de 1954, ano de fundação da Osesp: o Concerto para Orquestra, de Witold Lutoslawski, a Cantata Criolla, de Antonio Estévez, e o Quarteto de Cordas nº 15, de Villa-Lobos. 

 

No âmbito desse grande conjunto de composições, ganham destaque três outros ciclos: “Viva Villa!”, com duas dezenas de peças; “Strauss Essencial”, incluindo, entre outras, Uma Vida de Herói e a Sinfonia Alpina, regidas pelo Diretor Musical, Thierry Fischer; e, como “Escolha do Maestro”, a primeira parte de uma integral das Sinfonias de Sibelius e outras obras.

 

Em um ciclo dedicado ao instrumento — novidade desta Temporada —, 10 grandes violinistas se apresentam no centro do palco da Sala São Paulo em programas sinfônicos, além de 12 músicos da própria Osesp que apresentarão as Seis Sonatas de Ysaÿe, monumento da arte violinística do Modernismo, em diálogo com obras de Bach, Paganini e outros autores.

 

Como instituição que respira o tempo presente, a Osesp traz em sua Temporada 2022 uma grande gama de obras contemporâneas. Receberemos quatro Compositores Visitantes: Arrigo Barnabé (celebrando seus 70 anos), Heinz Holliger, Jörg Widmann e Jimmy López. Teremos ainda peças encomendadas aos brasileiros Luiz Amato, Valéria Bonafé e Marcos Balter, estreia mundial de Rodolfo Coelho de Souza e estreias brasileiras de peças do peruano Jimmy López, do inglês Thomas Adès e do suíço Dieter Ammann. Como de hábito, as séries de assinatura da Temporada Osesp incluem ainda recitais e apresentações do Coro e do Quarteto Osesp.